Voltar para casa: o sonho dos emigrados mexicanos

Através do clube, Gerardo soube que o Governo mexicano do então presidente Vicente Fox havia lançado um programa de apoio a migrantes e então decidiu dar o primeiro passo. Um dia, ele disse aos amigos que seria o exemplo da causa pela qual lutavam. E começou a organizar os papéis. Em 2007, fez as malas e retornou com a esposa e os filhos para Pánuco, um pequeno município do estado de Zacatecas, a fim de empreender o sonho mexicano. O programa federal o apoiou com o equivalente a 17,6 milhões de reais para que implantasse sua fazenda de criação de porcos. “Se eu defendia uma ideologia, tinha de levá-la a cabo. Precisava mostrar às pessoas que era possível regressar e encontrar um futuro melhor”, relata. Cerca de 25 famílias retornaram no mês seguinte, seguindo seu exemplo.

Seguir leyendo.