‘Efeito Trump’: uma rara volatilidade eleitoral chega a Wall Street

A norma das últimas nove décadas indica que os mercados encaram a reta final das eleições com otimismo. Mas não agora. O índice de ações S&P 500 já caiu 3% desde a terça-feira passada, quando começaram as transações. Na quinta, fechou a sessão marcando a pior sequência desde outubro de 2008, em plena hecatombe financeira, e fechou a sexta com a tendência mais longa em 36 anos.

Seguir leyendo.